Lição 12 – Cantares, amando nos padrões de Deus. (Slide e e resumo)

Cantares de Salomão é um livro de difícil interpretação, principalmente por se tratar de um poema oriental, cujas as figuras de linguagem advêm de uma cultura própria, bem diferente daquelas em que vivemos. §Cantares é um livro de amor que contraria tudo o que o mundo moderno conhece a respeito desse sublime sentimento. § §Por isso Cantares, para alguns estudiosos, descreve o interesse amoroso de Jesus Cristo, o Noivo, pela sua Noiva, a amada igreja.

Assista a video aula aqui

1 . UM LIVRO COM MUITAS INTERPRETAÇÕES

A visão cristã: Para os cristãos, o livro de Cantares se apresenta como uma alegoria entre cristo e a igreja: O Noivo e a Noiva, na plenitude do amor que une o crente e o seu Salvador. O fiel não deve ceder as tentações do mundo, porque assim seria infiel a Jesus.

2. UM LIVRO DE AMOR

O casamento é um relacionamento tão honrado nas escrituras que se compara o amor de Deus por Israel e de Cristo pela igreja. A esposa é orientada a ser submissa ao marido assim como a igreja é submissa a Cristo, ao passo que o marido deve amar sua mulher assim como Cristo amou a igreja (Ef 5.24-25). Por isso Deus não aprova infidelidade conjugal, pois fidelidade entre os cônjuges modela a fidelidade  de Cristo à igreja e da igreja a Cristo.

Baixe o slide aqui

3. A NOIVA DESEJADA

Ser “ a noiva” de Cristo significa ser parte da sua igreja, sem distinção de sexo, pois é apenas uma figura de linguagem utilizada no texto bíblico. Com esse entendimento que somos a “Noiva de Cristo”, vamos observar o papel de Sulamita, a amada de Salomão. Ela se comparou a Rosa de Saron e ao lírio dos vales (Ct2.1).

Conclusão

O casal cristão deve seguir os padrões de Deus para a vida conjugal, pois o casamento é a expressão real do amor de Cristo pela igreja.

TÁ GOSTANDO? adquira as revistas da Editora Betel Dominical.

lhttps://www.editorabetel.com.br/auxilio-ebd/betel-dominical

Lição 11. A CONEXÃO DO TABERNÁCULO COM OS EVANGELHOS

•“É do nosso conhecimento que as coisas do Antigo Pacto eram apenas sombra do que estava por vir. Deus em Sua infinita graça revela detalhes da vida, ministério e morte de Jesus no Tabernáculo, porém foi apenas na plenitude dos tempos que a graça de Deus se manifestou trazendo salvação a todos os homens.” (Revista Conectar+ da Editora Betel Dominical, lição 11 do 3° tri 2021)

Assista a vídeo aula

•Quando o ofertante chegava diante do sacerdote e ambos estavam frente ao altar, um animal morria no lugar do pecador, levando a culpa pelos seus pecados. • O ritual que simbolizava este ato era o ofertante colocar a mão sobre a cabeça do animal a ser degolado, transferindo assim toda a culpa para o animal. Vale ressaltar que o animal deveria ser sem mancha e sem defeito. Os Evangelhos registram que Jesus foi pregado na cruz pelos nossos pecados. A cruz representa morte e lugar de pagar pelos pecados; Jesus.

Baixe os slides da lição aqui

Se Você tem chamada para o diaconato, faça seu curso com o Pr. Júlio César Medeiros

Na confecção do Altar do Holocausto, Deus exigiu que tivessem chifres nas pontas do Altar (Êx 27.2). A simbologia destes chifres faz alusão ao poder universal de Jesus. Podemos dizer também que o fato deles apontarem para cima significa que a salvação viria apenas dos céus. A cruz é o sinal máximo da fé cristã e dela vem graça e luz. Algumas pessoas em situações de perigo, Quando se apegava ao chifre do altar, conforme diz Adonias (1 Rs 1.50), ninguém poderia atentar contra a sua vida. Jesus veio como a graça de Deus para a humanidade (Tt 2.11) Paulo pontua que somos salvos pela graça, e isto é um dom de Deus (Ef 2.8).

TÁ GOSTANDO? adquira as revistas da Editora Betel Dominical.

lhttps://www.editorabetel.com.br/auxilio-ebd/betel-dominical

Entre em nosso zap e receba as atualizações

WhatsApp.

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Lição 6 a Arca da Aliança Betel conectar + jovens 3° tri 2021

•Um dos utensílios de maior representatividade dentro do Tabernáculo era a Arca da Aliança; além de representar a presença de Deus, trazia grandes revelações para a Nova Aliança, através de Jesus Cristo.

Assista a video aula aqui

O escritor aos hebreus pontuou que o AT era apenas sombra das coisas que viriam; por isso a Arca da Aliança aponta e revela algo bem maior que os rituais infindáveis do AT.

Saiba mais em:

Baixe o slide aqui

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.