A coerência entre a vida interior e a prática externa – Lição 7. Betel Dominical 3° tri 2022

Este é um subsidio para professores de escola Dominical que usar as revistas da Editora Betel Dominical, um esbvoço da aula que ajuda a você professor a preparar suas aulas.

Tópico 1

Tudo o que podemos fazer a Deus em sua obra e para nossa edificação, precisa ser pautada para glória de Deus, ou seja, atos de justiça, (Col. 3:17). O serviço cristão realizado na obra de Deus, precisa em primeiríssimo lugar ser baseado no Amor, se não será feita sem empatia a outrem, com a intenção de se beneficiar unicamente a si próprio, (1Cor. 13:3). A oferta que Deus aceita, e é compartilhada com o próximo e necessitado e sendo uma piedade verdadeira, é aquela que somente Deus comtempla, não sendo assim é uma piedade falsa, (Mt. 6:2). O verdadeiro culto racional se inicia no coração, visando ser visto por Deus, e não pelas pessoas, pois se não fizer assim, visará somente a nossa religiosidade, e não a nossa comunhão intrínseca com Deus, (Ef. 6:6,7).

Tópico 2

Muitos ao orar percebem-se mudança de voz, dando a impressão de que querem que digam ou intitulem em grandes oradores, sendo que na verdade a oração ouvida é aquela que é feita na humildade, (Lc. 18:9 ao 14). Na verdade; falar de oração a bíblia não relata uma posição mais aceita na qual Deus ouvirá a nossa oração, embora a de joelho é a mais plausível, mas digo que: aquela que é realizada com os joelhos do coração dobrados e em secreto, é a mais devocional, (Mt. 6:6). Digo que não é muito falar com Deus que seremos ouvidos, sei que devemos orar constantemente, mas também sei que a oração, não é um veículo somente de pedir e agradecer, mas também firmar nosso relacionamento para com Deus, expressando com o coração mais do que um pedido, e sim ter um espirito de verdadeiros adoradores, (João 4:24).

Tópico 3

Jejuar não pode ter nenhuma conceituação humana, (querer aparecer, ou parecer espiritual; mandar em Deus porque jejuou: ou dizer consigo mesmo em seu coração, julgando ser melhor que os outros), e sim simplesmente o fazemos para nossa edificação Espiritual e na humildade, visando ter uma comunhão mais íntima com Deus, expressando com tal pratica de jejuar, que amam a Deus com inteireza de coração. Jejuar é um particular entre você e Deus, e quando se planeja ser mais espiritual do que os outros, poderá ocorrer o perigo de ser pretencioso e orgulhoso, (Mt. 6: 16,17,18). É necessário nos dias atuais jejuarmos de maneira saudável e com propósito, pois o próprio Jesus jejuou, e nos advertiu a jejuar, (Mt 9:15). E também é uma arma poderosa para se viver em Espírito (2Cor. 10:4), mortificando a carne e alimentando o Espírito, e os que assim andam não serão condenados, (Rm. 8:1).

Bom Estudo!

Autor: Irmão Robsom

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Neste estudo eu apresento três motivos pelos quais ainda, mesmo em pleno secúlo XXI, ainda precisamos orar. Assita!

Quem sou e o Que Deus fez por mim (Sérié: Realidade Espiritual)

Vamos falar hoje sobre o que Palavra de Deus diz sobre mim e como eu posso e devo viver essa realidade espiritual, compreendendo que ela vai me levar a grandes coisas, a lugares que Deus almeja que eu vá, tanto físicos, quanto referente a posicionamentos.

O poder do Sangue de Jesus

Muita gente clama pelo sangue de Jesus, mas não sabe para o que serve, nem sua verdadeira eficácia. Descubra neste estudo o poder do Sangue de Jesus e tome posse de segredos poderoso para a sua vida.

O que é Batalha Espiritual

A batalha espiritual é o tipo de conflito que os servos de Deus enfrentam durante suas vidas cristãs contra as forças das trevas. A expressão “batalha espiritual” não aparece na Bíblia, mas isso não significa que seu conceito esteja ausente nas Escrituras. Ao contrário disso, biblicamente a batalha espiritual é uma realidade que não pode ser subestimada.

Lucas e a medicina de sua época

Aprenda mais sobre São Lucas, o médico historiador que escreveu o Evangelho segundo São Lucas, vale muito à pena conhecer mais sobre o seu tempo, seu pensamento e medicina da época.

5 dicas de como dar aula para professores de Escola Dominical

Saiba como dar aulas para classes de Escola Bíblica e se sair muito bem com estas dicas infalíveis. Estas dicas irão potencializar as aulas

Introdução à escatologia bíblica

A vídeo aula Estudo de Escatologia, a igreja e as últimas coisas tribunal de Cristo, é uma aula de visão pré-tribulacionistas, ou seja, aquela que acredita que a igreja não passará pela grande tribulação. Assistam

Lição 07: É fundamental cultivarmos uma vida de oração. | EBD Betel Adultos | 3° Trimestre De 2021 (RESUMO)

INTRODUÇÃO

O tema desta lição é: É fundamental cultivarmos uma vida de oração.
No enfrentamento das batalhas da vida é fundamental que o discípulo de Cristo procure cultivar uma vida de constante oração. Na presente lição veremos o exemplo da Igreja Primitiva, que tinha a oração como uma de suas mais relevantes características e os efeitos da oração na Igreja e na vida pessoal do cristão.

ESBOÇO DA LIÇÃO

Introdução

1. A importância da oração

2. O que acontece quando a Igreja ora?

3. Os resultados de uma vida oração

Conclusão

ASSISTA A VIDEO AULA AQUI

OBJETIVOS DA LIÇÃO

a. Falar a importância de uma vida de oração.
b. Ensinar sobre o que acontece quando a igreja ora.
c. Mostrar os resultados de uma vida de oração.

1. A importância da oração

Neste tópico se explica que a oração é uma das armas espirituais importantes, poderosa em Deus, para destruição das fortalezas do inimigo (2Co.10.4). Para vencer as batalhas da vida, é necessário que ela seja uma prática constante e diária na vida do cristão. 

2. O que acontece quando a igreja ora?

Neste tópico, o autor fala sobre como Deus interveio libertando Pedro da prisão, porque a igreja estava orando  

3. OS RESULTADOS DE UMA VIDA DE ORAÇÃO

Finalmente, no terceiro capitulo, ressalta-se o papel da oração na direção, na consessão da graça e novas experiências como frutos de uma vida de oração

CONCLUSÃO

Os discípulos nunca pediram para que Jesus os ensinasse a expulsar demônios, a fazer milagres, ou andar sobre as águas. Mas pediram a Jesus que os ensinasse a orar (Lc.11.1). Eles certamente entenderam a importância de uma vida de oração.

Gostou?

Adquira as revistas da Editora Betel Dominical aqui

https://www.editorabetel.com.br/betel/revista-adultos-betel-dominical-aluno-3-trimestre-2021-000970

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.