Lição 4. O Espírito Santo no Novo Testamento (Slide)

Assista a video aula aqui

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

A realidade do Arrebatamento

(Comentário à lição 4, da Editora Betel Dominical 2 tri 2022)

Por: Irmão Robson

Arrebatamento um escape para vida eterna, pois digo que todos irão experimentar o sono da morte, (direto e indiretamente) (1 Cor 15:51), e no conceito bíblico para os cristãos, este sono não será o fim, mas sim um novo começo, pois o cerco está se fechando, (Apoc 3;10). Pelo fato como diz as escrituras que Cristo ressuscitou, e Ele é as primícias dos que dormem Nele, certamente iremos ressuscitar com Ele também através do Espírito Santo, (Rm 8:11). Existe a primeira e segunda morte; (Primeira morte) a morte física que é o desligamento da alma do corpo, e a morte espiritual que é estar separado de Deus mesmo estando vivo neste mundo. (Segunda morte) é a morte eterna, ou seja, desligado de Deus para sempre. Embora a vida é um sopro (Tg 4:14), e sendo nós cristãos, ela nos faz se assegurar que: em Cristo temos esperança de volta à viver na eternidade com Ele, pois isto é uma promessa para aqueles que dormem no Senhor, (2 Tm 2 :11).

Pelo fato de a igreja crer na esperança do arrebatamento (Tt 2:13), ocorrerá uma comoção mundial, embora os mortos ressuscitarão primeiro, e ninguém os verá, mas nós que ficarmos vivos seremos transformados (1 Tess 4:16,17), e por consequência disto notarão o nosso sumiço da terra. Entre os que dormem no Senhor (primícias), e os que estiverem vivos (serão transformados) no arrebatamento, existe um detalhe em comum, que é o soar da trombeta que será ouvido entre eles (1 Cor 15:52), mas este acontecimento só atingirá também, aqueles que estiverem dependendo de outro fator comum que é a Fé, ou seja, só serão alcançados pelo arrebatamento os que estiverem ligados em Cristo (João 15:7), o Nosso Autor e Consumador da Fé, (Hb 12:2).

Faça o curso online, Apocalipse, o livro da Revelação de Deus

  • Publico Alvo
  • Leitores da Bíblia
  • Líderes de Escola Bíblica
  • Líderes de Jovens
  • Líderes de Estudos Bíblicos

VangegensAcesso imediato;

  • Doação de 1% para instituição carente;
  • Acesso pelo HotmarSparkle
  • Acesso a Videoaulas, Provas de múltipla escolha e leituras complementares.
  • Certificado ao final do curso;
  • Cerca de 20 horas de curso;

ACESSE:

https://go.hotmart.com/V69787005G?dp=1

Por isso que precisamos amar a vinda do Senhor (2 Tm 4:8), pois será imprescindível este acontecimento (arrebatamento) (Mt 24:44), pois exigirá estarmos vigilantes neste dia (Mt 25:13), pois será numa fração de segundo, que Cristo retirará com força (Rapto) a Igreja deste mundo (Mt 24:27), este evento da segunda vinda do Senhor será dado em duas fases, ou seja, a primeira fase será em segredo, que é o arrebatamento da Igreja, só a igreja que vai vê-lo , e a segunda fase será evidente, e todo o olho verá (Apoc 1:7), pois estabelecerá o Milênio no monte das oliveiras (Zc 14:4), este dia será glorioso para todos aqueles que invocam o nome do Senhor, (Jl 2: 32), pois estaremos para sempre com Ele na eternidade (Col 3: 4) ; (Rm 12:2).

Bom! Estudo!

siga-nos nas redes sociais

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Lição 4 onde encontramos a felicidade revista conectar + jovens, 4° tri 2021

As pessoas estão sempre em busca da felicidade e, para isto, se lançam numa busca por conquistas pessoais e terrenas e logram efêmeros momentos de prazer, porém, descobrem que não são felizes. Onde está, então, a verdadeira felicidade?

Assista a vídeo aula aqui

Baixe o slide aqui

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Lição 4 – Davi, o rei amado viver+ 4/ tri 2021

§Davi, cujo o nome significa “amado”, foi um homem notável, excelente músico e poeta, amém de forte e valente. Homem de guerra, Davi era firme em suas palavras e o Senhor era com ele (1Sm 16.18). §Desde de jovem, Davi aprendeu que o Senhor está perto daqueles que têm um coração quebrantado e contrito (Sl 34.18), por isso mesmo sendo um homem falho, Davi agradou ao Senhor de tal maneira que recebeu a promessa divina de uma aliança eterna, pois nunca faltaria um sucessor da sua linhagem no trono de Israel (2Sm 7.16).

§Devido à desobediência e a insubmissão de Saul, Deus mandou Samuel ungir um novo rei. Deus enviou Samuel a casa de Jesse: um homem honrado e que tinha muitos filhos. Deus disse que escolheria um novo rei daquela família, mas que esperasse sua orientação sobre qual deles seria. §Ao ver Eliabe o filho mais velho, percebeu nele a mesma beleza e postura de Saul e por isso pensou que ele seria o ungido de Deus. Mas, imediatamente ele foi advertido (1Sm 16.7) §Depois dessa palavra Samuel ficou mais atento, e esperou que todos os rapazes passassem diante dele, mas Deus não escolheu nenhum: “Acabaram-se os jovens?” (1Sm 16.11). E Jesse respondeu que faltava o mais novo, Davi, que estava apascentando as ovelhas. E mandaram chama-lo, e o Senhor disse a Samuel: “Levanta-te e unge-o, porque este mesmo é” (1SM 16.12). §Pergunte aos alunos se eles já julgaram alguém pela aparência. Ouça as respostas e promova um debate sobre este tipo de atitude à luz da história de Davi.

Assista a vídeo aula aqui

§As histórias de Saul e Davi se cruzaram em vários momentos. Davi já havia sido ungido, mas ainda não tinha chegado o tempo de seu governo. Os israelitas e o filisteus estavam em guerra e Jesse mandou que seu filho caçula fosse até o campo de batalha ver como estavam seus irmãos e levar um pouco de alimento a eles. Ao chegar no campo de batalha viu o gigante filisteu, Golias, que afrontava o exército de Israel (1Sm 17.17-19). §Davi ficou indignado ao ver que ninguém tinha coragem de enfrentá-lo. Indignado Davi questionou: “quem, pois, é este incircunciso, para enfrentar os exércitos do Deus vivo? ” (1Sm 17.26). §Davi se voluntariou para lutar. Quando Saul viu que Davi era jovem e inexperiente tentou fazer com que ele desistisse, mas ele disse que já tinha derrotado um leão e um urso, e assim faria com Golias. §Golias pensava que enfrentaria um grande guerreiro, mas, ao ver Davi ficou furioso, vendo um jovem inexperiente e “despreparado”, mas Davi pegou as armas que conhecia: uma funda e cinco pedras que tirou do ribeiro, e partiu contra o inimigo em nome do Deus vivo (1Sm 17. 43-45). Davi girou a funda e lançou a pedra bem no meio da testa de Golias. O gigante caiu e Davi o matou.

Baixe o slide aqui

§O tempo de espera entre a unção de rei e a posse do trono foi importante para que Davi amadurecesse como pessoa e como governante. Mesmo conhecendo a vontade de Deus, ele não se precipitou, aguardando o tempo certo do seu reinado.

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.