Lição 1 a chamada do profeta Ezequiel Editora Betel Dominical do 1° trimestre de 2022

Lição 11 A plenitude do Espírito Santo Editora Betel 4° trimestre 2021

Assista aqui

Comentário

A plenitude do Espírito Santo

Neste caso o Espírito Santo se apodera por completo de nós, e nos fazendo ser semelhantes a Deus por Cristo, através do amor. 1 Co 13. ACF. O Espírito Santo nos dará uma nova roupagem, para expressar em atitudes o novo comportamento que precisamos assim manifestar, num mundo em trevas, na qual hoje somos luz no Senhor. Mt 5:14 ACF.

Andando na luz, vivemos esclarecidos acerca do que agrada a Deus, e o que não agrada, reforçando a nossa intimidade com Deus através do Espirito Santo, Ef 5:14 ACF. O Espírito Santo nos capacita Ef 5:9 ACF, a andar com sabedoria, com o propósito de cumprir a lei de Cristo, alcançando uma melhor recompensa na Glória. 1 Cor 15:58 ACF.

Precisamos dedicar o nosso tempo com qualidade inclusive no trato de servir a Deus, Ef 5:16 ACF, expressando com legitimidade a nossa nova conduta de vida na qual fomos chamados, através do seu Espírito Santo.
Ao conhecer a vontade de Deus, também precisamos viver Nela na prática, porque quem quer andar em comunhão com seu Espírito, precisa, orar, adorar, obedecer, e continuamente ler a sua palavra, tendo assim o entendimento renovado, Rm 12:1,2 ACF.

Ser cheio do Espirito Santo é estar nos domínios Dele, por completo e longe das atitudes do velho homem, 1 co 2: 14,15,16 ACF. A salvação vem por Cristo, mas a permanência de ser um salvo vem do seu Espírito, Ele nos guiará em toda verdade João 16:13 ACF, sem a qual poderemos ser enganados.

Ser cheios do Espirito Santo nos faz não só viver em Espírito, mas também estar em Espírito, e se somos salvos, vivamos como salvos e não seremos presa de ninguém. Rm 8:1,2,14 ACF .

Oh! Glória! Bom Estudo.

Autor: Irmão Robson

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Lição 4 – Davi, o rei amado viver+ 4/ tri 2021

§Davi, cujo o nome significa “amado”, foi um homem notável, excelente músico e poeta, amém de forte e valente. Homem de guerra, Davi era firme em suas palavras e o Senhor era com ele (1Sm 16.18). §Desde de jovem, Davi aprendeu que o Senhor está perto daqueles que têm um coração quebrantado e contrito (Sl 34.18), por isso mesmo sendo um homem falho, Davi agradou ao Senhor de tal maneira que recebeu a promessa divina de uma aliança eterna, pois nunca faltaria um sucessor da sua linhagem no trono de Israel (2Sm 7.16).

§Devido à desobediência e a insubmissão de Saul, Deus mandou Samuel ungir um novo rei. Deus enviou Samuel a casa de Jesse: um homem honrado e que tinha muitos filhos. Deus disse que escolheria um novo rei daquela família, mas que esperasse sua orientação sobre qual deles seria. §Ao ver Eliabe o filho mais velho, percebeu nele a mesma beleza e postura de Saul e por isso pensou que ele seria o ungido de Deus. Mas, imediatamente ele foi advertido (1Sm 16.7) §Depois dessa palavra Samuel ficou mais atento, e esperou que todos os rapazes passassem diante dele, mas Deus não escolheu nenhum: “Acabaram-se os jovens?” (1Sm 16.11). E Jesse respondeu que faltava o mais novo, Davi, que estava apascentando as ovelhas. E mandaram chama-lo, e o Senhor disse a Samuel: “Levanta-te e unge-o, porque este mesmo é” (1SM 16.12). §Pergunte aos alunos se eles já julgaram alguém pela aparência. Ouça as respostas e promova um debate sobre este tipo de atitude à luz da história de Davi.

Assista a vídeo aula aqui

§As histórias de Saul e Davi se cruzaram em vários momentos. Davi já havia sido ungido, mas ainda não tinha chegado o tempo de seu governo. Os israelitas e o filisteus estavam em guerra e Jesse mandou que seu filho caçula fosse até o campo de batalha ver como estavam seus irmãos e levar um pouco de alimento a eles. Ao chegar no campo de batalha viu o gigante filisteu, Golias, que afrontava o exército de Israel (1Sm 17.17-19). §Davi ficou indignado ao ver que ninguém tinha coragem de enfrentá-lo. Indignado Davi questionou: “quem, pois, é este incircunciso, para enfrentar os exércitos do Deus vivo? ” (1Sm 17.26). §Davi se voluntariou para lutar. Quando Saul viu que Davi era jovem e inexperiente tentou fazer com que ele desistisse, mas ele disse que já tinha derrotado um leão e um urso, e assim faria com Golias. §Golias pensava que enfrentaria um grande guerreiro, mas, ao ver Davi ficou furioso, vendo um jovem inexperiente e “despreparado”, mas Davi pegou as armas que conhecia: uma funda e cinco pedras que tirou do ribeiro, e partiu contra o inimigo em nome do Deus vivo (1Sm 17. 43-45). Davi girou a funda e lançou a pedra bem no meio da testa de Golias. O gigante caiu e Davi o matou.

Baixe o slide aqui

§O tempo de espera entre a unção de rei e a posse do trono foi importante para que Davi amadurecesse como pessoa e como governante. Mesmo conhecendo a vontade de Deus, ele não se precipitou, aguardando o tempo certo do seu reinado.

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.