5 Características de pessoas tóxicas

Vamos continuar o processo de desintoxicação? Neste fim de semana, vamos nos livrar das pessoas que intoxicam a nossa vida. Sim, aqueles que estão sempre te colocando pra baixo, atrasando a sua vida e impedindo o seu crescimento.

Você deve estar se perguntando: como eu posso saber se uma pessoa é tóxica para mim? aí vão algumas dicas para você identificar aqueles que te fazem mal, leia com atenção e evite-os a todo custo. ame-os, mas deixe-os um pouco de lado, pois a final, quem precisa de pessoas de assim?

Sinais de uma pessoa tóxica

  1. Falam mal de todo mundo. Lembre-se quem fala mal dos outros com você, com outros falará mal de você;
  2. Te criticam o tempo todo e nada do que faz está certo ou é bom. Tais pessoas só se sentem bem quando jogam os outros para baixo, para assim se sentirem melhor, evite-as;
  3. Dizem que te amam tanto e grudam tanto em você que acabam te separando dos seus amigos, são ciumentos ao extremo e por isto afastam você de todas as outras amizades chegando a atrapalhar no seu relacionamento pessoal. Cuidado! o amor verdadeiro não nos afasta dos outros e sim nos une às pessoas, não abra mão de verdadeiras amizades por causa de intrigas e fofocas.
  4. Descarregam todos os seus problemas em você. São daquelas pessoas que, quando nos encontram só trazem problemas, só contam derrotas, têm a impressão de que só elas passam por dificuldades e crises. Pessoas assim sugam a nossa energia e não nos acrescentam nada.
  5. Nas redes sociais, nunca curtem nada que faz, nem te parabenizam no seu aniversário, nem manifestam apoio a suas conquistas, estão tão sumidas que você nem se lembra delas, porém, quando você posta alguma coisa que ela não concorda, ela não meça palavras em te criticar, te julgar e muitas vezes sem nem lêr direito o que você postou, limpe o seu Facebook, você não precisa milhões de falsos amigos e sim, poucos, mas verdadeiros.  Espero que tenha te ajudado! até a próxima!
  6. Referências: (Pv. 27.10; 27.14; Sl.12.3; Pv.6.17)

Resenha de Homo Deus de Yuval Noah Harari

HOMO DEUS de Yuval Noah Harari

O professor Yuval Noah Harari, Após mostrar, no livro anterior, toda a evolução da espécie humana até chegar nos dias atuais em seu livro Sapiens, uma breve história da humanidade, agora o historiador se volta para os tempos vindouros numa tentativa de descrever o caminho que este tal animal tem seguido em direção ao futuro.

Livro sensacional que eu gostaria de recomendar aqui no nosso canal a todos os que gostam de história. Ele foi lançado no Brasil em 2016, pela Editora Companhia das Letras,

Em sua primeira parte o autor narra como o homem venceu os seus três grandes medos, ou seja, os entraves a função primordial do Homo Sapiens que seria o de espalhar os seus genes por toda a terra. A fome, As pestes (Doenças infecciosas), a Guerra

A fome: da miséria a obesidade,

As pestes: da mortalidade peste negra ¼ mortos na Eurásia ao aumento da expectativa de vida;

Guerra, os avanços tecnológicos transformaram esta forma de combate a ponto de controlar as sensações que sentimos em relação aos danos causados por ela como a depressão e o stress. Como ele diz, a depressão é um processo biológico e, por tanto, pode ser tratado com medicamentos, o problema é descobrir qual, mas por outro lado, não é necessariamente a guerra que a produz.

Em seguida, Harary faz previsões sobre o futuro. Aliás, não sejamos ingênuos, ele está na verdade apontando os caminhos pelos quais a humanidade tem seguido e de forma crítica alertando para as implicações destas metas e como elas apontam para um futuro sombrio.

Segundo ele, na agenda da humanidade, agora estão novas metas que são: a imortalidade, a felicidade e a divindade. Sim, o homem pretende chegar a ser Deus. Como, compre o livro e descubra, vale a pena, o autor se vale de pesquisa de ponta, não só no campo da história em que tem grande base a um rico acervo de fontes, mas também de pesquisas no campo biogenética tornando o livro atual e retira dele os achismos e meras especulações, uma vez que se apoia em dados.

Só tenho uma observação crítica e não por se tratar de erro, nada disto, mas de enfoque mesmo, o autor por vezes parece pesar de mais no papel da biologia no destino humano, ou seja, o que alguns poderiam chamar de uma certa visão biologizante desprezando os aspectos culturais e sociais chegando a um determinismo. Eu particularmente, não gosto desta visão, porém há muitos que acreditam e conseguem fazer um bom trabalho, e Harary consegue desenvolver muito bem a sua narrativa, mesmo com estes detalhes. É claro que isto não é um problema em si. Mas eu não gosto

Quanto as impressões pessoais, o livro, assim como o segundo sofre forte influência do que ele acredita, por ser vegano, o tratamento que os humanos dão aos animais recebem bastante atenção e acho que isto é bom, pois temos poucos trabalhos deste tipo em português. Em Segundo lugar, ao ler o livro e vê-lo falar sobre a fome, a peste e a guerra, não pude deixar de fazer um contraponto com os países em desenvolvimento, inclusive o Brasil, onde muitas das pesquisas que ele diz existir e estar à disposição do homem europeu ainda não é uma realidade em nosso país e, é impossível não notar como nosso país está definitivamente atrasado em qualidade de vida diante de outros países.

Sim, eu recomendo este livro e vou usá-lo em sala com meus alunos!

Vale muito à pena ser lido

 

RESISTIR É PRECISO

“E vocês sabem, meus amigos, que chega a hora em que pessoas se cansam de ser pisoteadas pelo pé de ferro da opressão. Chega a hora, meus amigos, em que as pessoas se cansam de ser lançadas no abismo da humilhação, onde vivenciam a desolação de um pungente desespero. Chega a hora em que pessoas se cansam de ser alijadas do brilhante e vivido sol de julho e abandonadas ao frio cortante do novembro alpino, Chega a hora” (Pr. Dr. Martin Luther King Jr. – Discurso na Associação pelo Progresso, Montgomery. 1955)