Lição 9. Os dons de Cristo para o aperfeiçoamento dos salvos

Lição 9 EBD 4 TRI 2022

Tópico 1

A dádiva de Deus em Cristo, vai além da salvação, e sim também uma liberdade eclesiástica como um estilo de vida, ou seja, ser genuinamente um instrumento de Deus, na utilização dos dons dados por Cristo, e que foi necessário ser conquistado na cruz, quando levou cativo o cativeiro e deu dons aos homens, (Ef. 4:8). Os dons ministeriais está a nossa disposição, mas precisam ser exercidos com a graça de Deus e pelo Espírito Santo, pois é oferecido pela graça de Deus, para aperfeiçoamento dos santos, (Ef. 4:12). Cada um dos salvos terá a sua utilidade no Reino de Deus, pois Cristo é quem os capacitará (2 Cor. 1:21,22), e que só seremos o que precisamos ser em Deus, quando reconhecermos que tudo é Deus é quem faz por meio de nós,(Fp. 2:13).

Exemplo dos dons ministeriais

Tópico 2

Na distribuição dos dons, iniciamos o ministério dos apóstolos (Enviado) (Mc. 3:14,15,16,17,18,19) termo oriundo aos seguidores de Cristo, e que este termo foi designado a princípio como credencial, mas nos dias atuais acredito que todos nós somos mensageiros de Deus, e por gratidão não é necessário ser credenciado pelos homens, e sim por Deus, (Lc. 10:1,2). Há uma distinção entre os profetas do velho testamento, que falam de profecias acerca do plano de Deus em Cristo (Hb: 1:1), em relação aos profetas do Novo Testamento, que é pregar, ensinar e aplicar a palavra de Deus, para alcançar a salvação em Cristo, pois é Dele quem as escrituras testificam, (João 5:39). Obs. Profecia é proferir palavras proféticas, ministério profético é proferir profeticamente as palavras da profecia. O ministério do evangelista é aquele que evangeliza, não podemos arrumar desculpa por não ser credenciado como evangelista, e não evangelizar, mas cabe a cada um de nós obedecer o IDE, (Mc. 16:15).

Assista a vídeo aula aqui

Tópico 3

Falar do dom Pastoral, é aquele que não só lidera, como também alimenta e cuida das ovelhas, (João 10: 11,12,13,14,15). Falar dos doutores ou mestres, é falar do ensinamento da palavra de Deus, que será atenuante para o Reino de Deus, quando os tais se dedicarem em crescer na graça e no conhecimento, (2 Pd. 3:18). E para finalizar a lista de dons é extensa, mas digo que o propósito para os demais dons contidos neste tópico 3, se dá numa só conceituação, que é ser serviçal, estamos aqui para servir a obra de Deus, e não ser servido, como disse Jesus, (Mt.20:28).

Bom Estudo!

Autor: irmão Robson

Autor: Irmão Robson

siga-nos nas redes sociais

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

A importância da obediência a Deus e o resultado da desobediência

 A obediência pode ser classificada como uma das virtudes e se define como um comportamento pelo qual um ser aceita as ordens dadas por outro.

O termo obediência , tal como a ação de obedecer, conduz da escuta atenta à ação, que pode ser puramente passiva ou exterior ou, pelo contrário, provocar uma profunda atitude interna de resposta. A obediência traz diversos benefícos a vida cristã.

Veja abaixo alguns deles:

  • A obediência a Deus nos deixa prudentes e fortes (Mateus 7:24).
  • A obediência a Deus deixa legado (Romanos 16:19).
  • A obediência a Deus nos torna diferentes no agir e ser (Filipenses 2:12-15).
  • Somos abençoados por causa da obediência de Abraão (Gênesis 22:18).
  • Tem uma promessa para quem obedece a Deus (Isaías 1:19).
  • A obediência traz bênçãos para nossa vida (Deuteronômio 11:13-14).

Consequências da desobediência a Deus

  • Deus rejeitou a Saul depois de desobedecer (1 Samuel 16:14).
  • Recomendação de Paulo quanto aos que não obedecem (2 Tessalonicenses 3:14).
  • Haverá castigo por não obedecer ao evangelho (2 Tessalonicenses 1:8).
  • O profeta que não obedeceu foi ferido por um leão (1 Reis 20:36).
  • A não obediência trouxe destruição a Israel (Deuteronômio 8:20).
  • O preço da desobediência (Jonas 1:3-4).

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Lição 10 A solicitude da vida Betel Dominical 3° trimestre 2022 (Comentário)

A Solicitude da vida

Tópico 1

Hoje será falado de um viver que honra a Cristo, por fazer estarmos confiantes nas providências de Deus, sem que a ansiedade da vida nos desestabilize, tanto na área emocional, social e espiritual, pois pelo fato de buscar o Reino de Deus em primeiro lugar (Mt. 6:33), declararemos que confiamos em Cristo para sua Glória, apresentando mesmo estando neste mundo ainda, um Reino de Justiça e Paz, (Rm. 14:17). A ansiedade impede-nos de nós vivermos satisfatoriamente, mesmo que não alcançamos tudo o que precisamos, mas teremos tudo o que for necessário (Fp. 4:19). A vida dada por Deus para nós, certamente não deixará de ter uma infraestrutura para mantê-la, vindo de um Deus Criador (Mt. 6: 31,32), valemos muito mais do que as aves, e elas não tem ansiedade pelo dia de amanhã, mas vivenciam ser alimentadas pelo Deus dos céus (Mt. 6:26), vamos viver confiantes que o nosso Deus é um Deus da providência (Jó 10:12).

Assista a video aula aqui

Lição 10 A solicitude da vida

Tópico 2

Como não podemos acrescentar um côvado +- (45 cm) no curso da nossa vida, devemos então fazer o que for necessário para a nossa sobrevivência, e sem exageros, como sempre digo, se dentro de um dia está previsto recebermos 10 bençãos, saiba que naquele dia antes de findá-lo, se confiarmos em Deus, e se fizermos a nossa parte, as 10 bençãos virão, como o foi o maná no deserto (Ex. 16:15 ao 22), por sermos criação de Deus, para vivermos uma eternidade com Ele em benção, nos mostra que assim como as flores dos campos são adornadas pelo seu poder, mesmo tendo vida curta, imagine nós o que Deus não o fará? (Mt. 6:30), só se não quisermos enxergar esta maravilha. A ansiedade nos faz se comportar como incrédulo, e se realmente somos discípulos de Cristo, temos que crer que no devido tempo, o que for necessário Ele assim o fará, basta entregar o nosso caminho nas mãos Dele (Sl. 37: 5 ao 11).

Faça o curso online, Apocalipse, o livro da Revelação de Deus

  • Publico Alvo
  • Leitores da Bíblia
  • Líderes de Escola Bíblica
  • Líderes de Jovens
  • Líderes de Estudos Bíblicos

VangegensAcesso imediato;

  • Doação de 1% para instituição carente;
  • Acesso pelo HotmarSparkle
  • Acesso a Videoaulas, Provas de múltipla escolha e leituras complementares.
  • Certificado ao final do curso;
  • Cerca de 20 horas de curso;

ACESSE:

https://go.hotmart.com/V69787005G?dp=1

Tópico 3

Primeiro ponto para vencer a ansiedade, é saber que Deus jamais esquecerá de seus filhos, e nos ajudará mediante as necessidades de cada um (Is. 49:15,16). Segundo, é se envolver plenamente em primeiro lugar no Reino de Deus, é como se fosse uma base de apoio para tudo o que for conquistado nesta terra, e para as nossas necessidades, mesmo que seja nas pequenas coisas também, aonde valorizaremos realmente o amor de Deus por nós, e seus cuidados (1 Pd. 5:7). A medida que se envolvemos nas coisas de Deus, com certeza o nosso caminho, estará blindado pelo bem, e protegido do mal, pois o nosso Deus confirmarás os nossos passos na terra (Sl. 1:6 ; Sl. 37:23.

Bom Estudo!

Autor: Irmão Robson

A coerência entre a vida interior e a prática externa – Lição 7. Betel Dominical 3° tri 2022

Este é um subsidio para professores de escola Dominical que usar as revistas da Editora Betel Dominical, um esbvoço da aula que ajuda a você professor a preparar suas aulas.

Tópico 1

Tudo o que podemos fazer a Deus em sua obra e para nossa edificação, precisa ser pautada para glória de Deus, ou seja, atos de justiça, (Col. 3:17). O serviço cristão realizado na obra de Deus, precisa em primeiríssimo lugar ser baseado no Amor, se não será feita sem empatia a outrem, com a intenção de se beneficiar unicamente a si próprio, (1Cor. 13:3). A oferta que Deus aceita, e é compartilhada com o próximo e necessitado e sendo uma piedade verdadeira, é aquela que somente Deus comtempla, não sendo assim é uma piedade falsa, (Mt. 6:2). O verdadeiro culto racional se inicia no coração, visando ser visto por Deus, e não pelas pessoas, pois se não fizer assim, visará somente a nossa religiosidade, e não a nossa comunhão intrínseca com Deus, (Ef. 6:6,7).

Tópico 2

Muitos ao orar percebem-se mudança de voz, dando a impressão de que querem que digam ou intitulem em grandes oradores, sendo que na verdade a oração ouvida é aquela que é feita na humildade, (Lc. 18:9 ao 14). Na verdade; falar de oração a bíblia não relata uma posição mais aceita na qual Deus ouvirá a nossa oração, embora a de joelho é a mais plausível, mas digo que: aquela que é realizada com os joelhos do coração dobrados e em secreto, é a mais devocional, (Mt. 6:6). Digo que não é muito falar com Deus que seremos ouvidos, sei que devemos orar constantemente, mas também sei que a oração, não é um veículo somente de pedir e agradecer, mas também firmar nosso relacionamento para com Deus, expressando com o coração mais do que um pedido, e sim ter um espirito de verdadeiros adoradores, (João 4:24).

Tópico 3

Jejuar não pode ter nenhuma conceituação humana, (querer aparecer, ou parecer espiritual; mandar em Deus porque jejuou: ou dizer consigo mesmo em seu coração, julgando ser melhor que os outros), e sim simplesmente o fazemos para nossa edificação Espiritual e na humildade, visando ter uma comunhão mais íntima com Deus, expressando com tal pratica de jejuar, que amam a Deus com inteireza de coração. Jejuar é um particular entre você e Deus, e quando se planeja ser mais espiritual do que os outros, poderá ocorrer o perigo de ser pretencioso e orgulhoso, (Mt. 6: 16,17,18). É necessário nos dias atuais jejuarmos de maneira saudável e com propósito, pois o próprio Jesus jejuou, e nos advertiu a jejuar, (Mt 9:15). E também é uma arma poderosa para se viver em Espírito (2Cor. 10:4), mortificando a carne e alimentando o Espírito, e os que assim andam não serão condenados, (Rm. 8:1).

Bom Estudo!

Autor: Irmão Robsom

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Neste estudo eu apresento três motivos pelos quais ainda, mesmo em pleno secúlo XXI, ainda precisamos orar. Assita!

Quem sou e o Que Deus fez por mim (Sérié: Realidade Espiritual)

Vamos falar hoje sobre o que Palavra de Deus diz sobre mim e como eu posso e devo viver essa realidade espiritual, compreendendo que ela vai me levar a grandes coisas, a lugares que Deus almeja que eu vá, tanto físicos, quanto referente a posicionamentos.

O poder do Sangue de Jesus

Muita gente clama pelo sangue de Jesus, mas não sabe para o que serve, nem sua verdadeira eficácia. Descubra neste estudo o poder do Sangue de Jesus e tome posse de segredos poderoso para a sua vida.

O que é Batalha Espiritual

A batalha espiritual é o tipo de conflito que os servos de Deus enfrentam durante suas vidas cristãs contra as forças das trevas. A expressão “batalha espiritual” não aparece na Bíblia, mas isso não significa que seu conceito esteja ausente nas Escrituras. Ao contrário disso, biblicamente a batalha espiritual é uma realidade que não pode ser subestimada.

Lucas e a medicina de sua época

Aprenda mais sobre São Lucas, o médico historiador que escreveu o Evangelho segundo São Lucas, vale muito à pena conhecer mais sobre o seu tempo, seu pensamento e medicina da época.

5 dicas de como dar aula para professores de Escola Dominical

Saiba como dar aulas para classes de Escola Bíblica e se sair muito bem com estas dicas infalíveis. Estas dicas irão potencializar as aulas

Introdução à escatologia bíblica

A vídeo aula Estudo de Escatologia, a igreja e as últimas coisas tribunal de Cristo, é uma aula de visão pré-tribulacionistas, ou seja, aquela que acredita que a igreja não passará pela grande tribulação. Assistam