Qual é o teu propósito?

Foto por Pixabay em Pexels.com

propós✨Antes de recebermos a promessa, Deus nos prepara para ela.✨ito da sua vida é o motivo pelo qual você acorda todas as manhãs. É a sua missão no mundo, algo que faz você se sentir bem. Por meio dele, fica claro o motivo da sua existência e a diferença que isso faz para as pessoas e para você mesmo. Hoje, irei falar sobre a importância do proposito da vida do homem e como ele deve estar conectado com os propósitos de Deus em nossas vidas.

Tudo que Existe, existe por um propósito

Tudo o que Deus criou, o fez por um propósito. Você eu eu fomos criados por um propósito, ou seja, por um motivo. Descobri-lo nos dá a razão de viver e existir. Quem vive sem saber o motivo pelo qual existe e como alguém sem história, sem razão, sem porquês, não faz sentido viver uma vida sem sentido, e o que dá sentido a vida é o propósito que ela tem.

Existem coisas que somente nós podemos realizar, é como se nós tivéssemos nascido para isto. Você já pensou nisto? sabe qual é o seu proposito nesta vida, ou está apenas de passagem por esta terra? você tem sido apenas um expectador, que observa da arquibancada da vida, as pessoas desempenharem o seu papel? está ciente de que tem uma missão cumprir?

Em primeiro lugar eu quero te dizer que, se você ainda está lendo este post é porque você entende que tem um propósito. De alguma forma você sabe que há um chamado especial em sua vida e que só você o pode cumprir. Isto é um bom sinal, o primeiro passo na direção do seu propósito você já deu, mas te convido a conhecer mais sobre este assunto tão importante, ele poderá mudar o curso da tua vida.

Deus te criou com um propósito

Deus te criou com um propósito. Você não é fruto do acaso. Ele te formou como formou ao profeta Jeremias e te escolheu no ventre da sua mãe para uma missão muito especial (Jeremias cap. 3). Esta missão é o seu propósito de vida.

Descubra o propósito para o qual você foi criado. Ele é o teu sentido de existir e explicará quem você é de fato. Se você descobre para o que Deus te criou, qual é a sua missão espiritual, você poderá desempenhar melhor o que Ele te escolheu para fazer sem perder tempo com outras coisas que tiram o seu foco.

Os propósitos de Deus não pode ser frustrado pelos erros do teu passado

Muitas vezes pensamos que os propósitos de Deus foram anulados por conta dos nossos erros e fracassos que cometemos no passado, então nos esquecemos que o nosso Deus é Deus das segundas chances e que não há nada que possa frustrar os planos e propósitos em nossas vidas. Foi assim com Moisés.

No Deserto de Mídia, o Senhor Deus lhe apareceu o comissionando a voltar para o Egito e libertar o povo de Israel da Opressão (Êxodo 3). Assim é também conosco. Deus está pronto a nos perdoar e espera que corrijamos o nosso rumo na direção da Sua vontade. Saiba que os seus erros não podem anular a graça do Eterno em sua vida. Você não pode mudar o passado, mas não deve deixar que ele redirecione o seu futuro

Você não pode mudar o passado, mas não deve deixar que ele redirecione o seu futuro

Seu propósito é do tamanho do seu potencial

As dificuldade e lutas que enfrentamos são proporcionais ao tamanho da tarefa para qual fomos designados a fazer. Então, quanto maiores são as lutas, também são maiores o poder investidos em nós, a fim de que superemos as provações e cumpramos o nosso papel. Por isto, não desanime diante das tempestades da vida, Deus dá a cada um barquinho equipado com o necessário para não naufragar nos oceanos de dificuldades, afinal, Deus não nos dá provas maiores do aquelas que podemos suportar, então, prossiga no propósito que Deus colocou em seu coração sabendo que a força e a capacidade que você precisa já estão dentro de você.

Siga na direção do propósito para qual Deus te criou e te chamou. Sei que enquanto você lê, começa a ficar claro em seu coração qual o teu propósito. Minha oração é para que você o descubra e deixe que Deus o cumpra em sua vida.

Até a próxima vez, quando discutiremos um pouco mais sobre propósito, vocação e chamada. Até lá!

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Avaliação: 1 de 5.

⚰️FULANO(a) MORREU PRA MIM

🥀 Você com certeza já deve ter ouvido a frase acima. Quando alguém nos fere é difícil convivermos com a dor, tentando seguir em frente e levar a vida, procuramos nos livrar das recordações causadas por pessoas que nos fizeram sofrer, mas quando nos lembramos de quem nos feriu, achamos que a solução seria acharmos, ou melhor fingirmos que aquela pessoa não existe mais.

🥀Assim, sepultamos aquelas pessoas em nossos pensamentos achando que a dor será menor, ou que estaríamos de alguma forma nos vingando da pessoa que nos feriu. No entanto, nada disso resolve e até, pelo contrário, amplifica o sentimento de perda e impotência nos lançando num ciclo vicioso de dor e ressentimento.

🥀Ao fazermos assim cometemos dois erros que farão mais mal a nós do que aos outros. Primeiro porque sair “matando” as pessoas em vida é como viver cercado por fantasmas, eles sempre voltam para assombrar nossos sonhos.

“Aquela pessoa morreu pra mim”, “pra mim fulano não existe mais”, “não quero mais saber daquela pessoa”

são frases carregadas de um sentimento muito ruim que no final do matará você mesmo.

🥀Como não conseguimos se desvincular de tais sentimentos, andamos por ai carregando defuntos, mas você não é caixão para carregar mortos.

🌷Por isso, a melhor coisa é perdoar, e seguir em frente sem nenhum sentimento encharcado de ressentimento.

🌷Desejar o mal a alguém ou matá-lo(a) em vida, nunca irá resolver o problema, apenas irá fechar um caixão que você mesmo decidiu carregar na sua memória, mas o passado sempre estará ali dentro, apodrecendo e cheirando mal.

❇️Livre-se deste pensamento o quanto antes. Seja um agente da vida e não de morte e descobrirás que cada vez que você tentar “matar” alguém em vida, quem morrerá um pouco mais é você.

Pensa nisto!

COMPRE NA AMAZON E AJUDE O NOSSO SITE A SE MANTER A SE NO AR

Últimos posts do blog

Não podemos deixar de honrar nossos pastores locais.

Foto por Rene Asmussen em Pexels.com

Não podemos deixar de honrar nossos pastores locais.

Porque precisamos honrar o Pastor:

  • 1º: Porque é seu Pastor que te dá direção através da palavra no dia a dia.
  • 2º: Porque é seu Pastor que ora e intercede a Deus sempre por você.
  • 3º: Porque quando você precisa, não é o pregador famoso que vai estar disponível, mas sim seu Pastor.

Se você passa horas no YouTube ouvindo ministrações, mas despreza o sermão de ensino do seu pastor, algo está errado com o evangelho que você vive.

Mas Pastor Julio, meu pastor repete sempre o mesmo sermão.

Respondo com a escrita de Paulo: “Resta, irmãos meus, que vos regozijeis no Senhor. Não me aborreço de ESCREVER-VOS AS MESMAS COISAS, e é segurança para vós.” Filipenses 3:1

Acredite, a mensagem do seu Pastor, ainda que repetida, é a segurança que você precisa rumo ao seu propósito!

Mas Pastor Júlio meu Pastor não prega como o Pastor fulano de tal?

Seu Pastor não precisa ser um exímio pregador, Ele só precisa ser Bíblico, só precisa ser Bíblia, ser referência de homem de Deus.

Um dia, lá na frente você vai entender que as palavras simples do seu pastor te fizeram chegar aonde você chegou.

Aprenda a valorizar o homem de Deus que o Pai colocou para te abençoar. Existem sermões que não são carregados de inteligência bíblica, mas são regados com lágrimas, com oração e com a vida. Louve ao Eterno pela vida dos pregadores, mas honre seu Pastor!

Autor: Sérgio Baeta, Canal Apologético)

FILANTROPIA CRISTÃ

A palavra filantropia vem de dois vocábulos gregos: Philia que é amor e anthopos que significa homem. Então, filantropia é o amor que demonstramos ao ser humano como nosso próximo, porque este também foi criado à imagem e a semelhança de Deus. A Bíblia possui vários relatos sobre filantropia, destaco um no Antigo Testamento na Lei Mosaica que se encontra em Levítico 23.22 que diz para aqueles que fizessem a colheita do trigo, não pegassem as espigas que caíssem no chão, as que caíam ficavam para os pobres e estrangeiros. No Novo Testamento o próprio Jesus Cristo pelos seus atos, Ele possuía um grande amor pelos necessitados e deixa relatado no Evangelho escrito por João: “O meu mandamento é este: que ameis uns aos outros, assim como vos amei.” (João 15.12)

Na atualidade o cristão tem que se conscientizar que ele promove a filantropia cristã quando se encontra alegre realizando a obra de Cristo seja onde for, na portaria de sua igreja, louvando a Deus, orando pelo próximo, ajudando na obra, falando da Palavra de Deus. Como disse Jesus: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que estás nos céus.” (Mateus 5.16); isso é filantropia cristã.

A filantropia cristã está alicerçada na Palavra de Cristo: Mateus 22.36 – 39, quando um fariseu Doutor da Lei pergunta a Jesus: “Mestre qual é o grande mandamento?” Jesus responde: “Amarás o teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento.”. “E o segundo, semelhante a este é: Amarás o teu próximo com a ti mesmo”. O detalhe é que Jesus Cristo verbalizava a Palavra do Antigo Testamento para responder, porque o primeiro grande mandamento está em Dt.6.5 e o segundo está em Lv.19.18. O motivo é que o desejo de Jesus sempre foi que o homem entendesse que o amor a Deus e ao próximo é fundamental para a sociedade.

Sendo assim, deve-se crescer no coração o desejo de realizar a filantropia cristã, que pode ser desenvolvida em várias áreas como:

  • Educacional à realizando ensino voluntário aos necessitados; recolhendo material escolar para distribuição.
  • Saúde à realizando ensinamentos higiênicos como: escovar os dentes, os cuidados na adolescência feminina.
  • Mental à realizando ensinamentos do não uso de drogas, cuidados nos relacionamentos, cuidados na terceira idade.
  • Social à realizando ensinamentos sobre respeito ao próximo, comportamento e dedicação na escola.
  • Espiritual à Evangelização, oração, aconselhamento.

A filantropia cristã pode e deve ser exercida em todo momento, porque Deus colocou o amor em nosso coração. Mt.6.33 – “Mas buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”.

Lembre-se sempre: trabalhar em sintonia com seu pastor, porque o trabalho em equipe e na obediência sempre surte grande resultado.