Antiguidade Oriental resumo – História dos Hebreus

Localização

– Próximo ao Egito;
– Região da Palestina;

Características

– Atual Israel;
– Pastoreio e agricultura (margens do Jordão);
– Propriedade da terra inicialmente coletiva – privada (aristocracia);
– Pirâmide social formada pela família real, fazendeiros e sacerdotes no topo, tendo abaixo deles os comerciantes e burocratas, e abaixo sustentando a sociedade os pastores, camponeses e escravos.

Cultura

– Religião Monoteísta;
– Escrita – Aramaico;

Evolução Política da Palestina

– Era dos Patriarcas:
– Estabelecimento dos hebreus;
– Abraão 1º patriarca vindo de Ur;
– Isaac e Jacó – 12 filhos – 12 tribos hebraicas;
– Êxodo rumo ao Egito (filisteus e cananeus) – invasões hicsas;
– Escravização dos Hebreus;
– Êxodo hebraico chefiado por Moisés;
– 40 anos no deserto;
– 10 mandamentos;
– Chegada à Palestina com Josué;
– Era dos Juízes;
– Disputa com os filisteus pela Palestina;
– Nomeação de juízes para liderar as 12 tribos;
– Samuel (maior líder);
– Unidade na monarquia;
– Era da monarquia:
– Saul 1º monarca;
– David – conquista de Jerusalém;
– Salomão – comércio e riqueza estatais;
– Construção de templos;
– Páscoa, pentecostes, Sebat;
– Impostos;
– Morte de Salomão;
– Fim da unidade Hebraica;

Cisma Hebraico

– Disputa pela sucessão de Salomão;
– Reino de Israel;
– Reino de Judá;
– 721a.C. – assírios conquistam Israel;
– 586a.C. – babilônios conquistam Judá;
– 539a.C. – libertação pelos Persas;
– Diáspora Hebraica:
– Domínio greco-macedônico e posterior romano;
– Destruição de Jerusalém em 70d.C.;
– 1948 – Estado de Israel;

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

O Avivamento de Azusa: Dando Liberdade ao Espirito Santo, Sinais, Maravilhas & Milagres.Dr. Gwyneth Williams

s raízes das manifestações do Espírito Santo nos dias da idade moderna podem ser atribuídas aos eventos que ocorreram em um prédio de madeira, durante a virada do século, em Los Angeles, Califórnia. O bispo Otis Clark morou na casa de Emma (considerada mãe de Azusa) e Henry Cotton, tornando-se como parte da família. Clark chegou em Los Angeles em 1921 após a rebelião racial de Tulsa, Oklahoma. Mãe Emma Cotton foi a conselheira de Clark.

Ele era seu motorista particular, enquanto Henry, marido de Emma, trabalhava como carregador de malas no trem, indo de cidade em cidade. Eles tentaram manter as Igrejas de Azusa abertas. Em 1922 Seymour adoeceu e partiu ao céu. O avivamento que ocorreu na Rua Azusa, de 1906 a 1919, desencadeou o notável crescimento global do movimento Pentecostal e de sua irmã, a Renovação Carismática.Embora este avivamento seja significante por muitos motivos, acredito que a maior lição da Rua Azusa para a geração atual seja o poder da unidade espiritual.Em Azusa, os longos cultos eram marcados pelas pregações de fogo, cantos espontâneos e orações fervorosas. Pessoas eram batizadas pelo Espírito Santo, falavam em línguas e caíam sob o poder de Deus.Liderado por William J. Seymour, um pregador negro, do Movimento Santidade (Movimento da Santidade), Azusa atraiu pessoas de todas as cores e estilos de vida.

Brancos, Negros, Hispânicos e Asiáticos juntos experimentaram a presença manifesta do Espírito de Deus. Seymour, que havia recebido dos ensinos do Espírito Santo enquanto escutava através da porta de uma sala de aula toda branca, sabia que esta experiência era para todas as pessoas.É fato, que algumas das 26 maiores denominações, incluindo Assembléia de Deus, Igreja de Deus em Cristo, Igreja de Deus, Cleveland Tennessee, Fé Apostólica, Igreja Pentecostal Unida, e Assembléias Pentecostais do Mundo tem raízes do avivamento da Rua Azusa; além de 700 outras denominações, incluindo igrejas independentes. Somos gratos em ter o Bispo Otis G. Clark entre nós.

Quando uma crônica é escrita, raramente os leitores tem o privilégio de receber informações de primeira mão. O bispo Clark conheceu muitos dos crentes da época e agora relembra os acontecimentos nas páginas deste livro. Junte-se a mim ao recontar os eventos da Missão de Azusa. Sinto-me entusiasmado com o privilégio de traçar novamente as raízes deste mover conforme nos esforçamos a completar o que Deus começou em 1906.

Deixemo-nos, através destas páginas, encontrar o verdadeiro espírito de Azusa, o espírito da unidade.

Adiquira aqui

https://www.amazon.com.br/dp/8565419134/ref=as_sl_pc_as_ss_li_til?tag=meusite0bdf-20&linkCode=w00&linkId=7c9885f615658b7c09771a862f156625&creativeASIN=8565419134

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Lição 1, Sermão do Monte e sua essência. Betel Dominical, 3° Tri 2022 (Comentário)

Tópico 1

Sermão do Monte é um estilo de vida Cristã caracterizado na divindade de Deus, com o propósito de evidenciar o Reino de Deus por suas criaturas, alcançando um bem estar comum e mundial, por meio de suas vidas transformadas pelo Espirito de Deus, e por estar exercendo a vontade de Deus, que é a Cidadania Celeste.(Sl. 24:4,5 ; Fp. 4:8), o Sermão do Monte na sua abrangência tem como finalidade de característica, firmar um relacionamento genuíno entre nós e o nosso Deus, e nós como nosso próximo, para que haja um bem comum e tudo para a Glória de Deus (Mt. 5:16), No Sermão do Monte, encontramos (9) preceitos comportamentais que ao segui-los, alcançaremos se permanecermos fiéis nesta esfera divina por atitudes frutíferas, para proclamação do Reino de Deus, uma bem-aventurança maior, que é subir na primeira ressurreição (Arrebatamento), (Apoc. 20:6 : Tt. 2:14).

Assista a video aula aqui

youtube

Tópico 2

O referencial deste Sermão é a prática do mesmo, como podemos ser pertencentes ao reino de Deus, e não ter o comportamento que não evidência o mesmo?? (Mt. 15:8). Ou seja, Será que adianta ser salvo pela fé através do arrependimento, e alcançar o milagre de poder ser perdoado, e não ter a vida transformada pelo caráter de Deus? E se o Reino de Deus não ser proclamado no meio de nós? Certamente estaremos em falta! (Lc. 17:21), O propósito maior deste Sermão é trabalhar o caráter dos seres humanos de dentro para fora, pois Deus conhece o nosso interior (Jr. 17:10), e tem como essência uma vida policiada para executar comportamentos dignos de verdadeiros arrependimentos (Mt.3:8), não basta ter apenas aparecia de ser bom, mas na verdade é um sepulcro caiado (Mt. 23:27).

Tópico 3

A autoridade deste sermão dito por Jesus, nos leva entender que o resultado maior de ter uma vida para agradar à Deus, e de maneira muito mais eficaz para uma transformação interior, é quando se trabalha na consciência das pessoas (1 Cor. 11:27,28), ou seja, não apontar os erros, mas sim mostrar o que é preciso para ser feito de maneira correta, porque aquele que sabe o que tem que ser feito e não o faz, este comete pecado (Tg 4:17), muitos justificam suas atitudes violando os Direitos de Deus, seguindo doutrinas de demônios (1Tm 4:1,2), quando se é transformado pelo Espirito Santo, embora no mundo carnal o Sermão do Monte implica atitudes que possa gerar perdas neste mundo terreno, mas na verdade ao colocá- lo em prática, estaremos preservando ao nossas vidas para uma vida na eternidade com Cristo (Hb.10:39). É devocional à prática do sermão do Monte que evidência o Caráter de Cristo em santificação, pois é nesta estrutura espiritual que precisamos chegar, ser perfeitos como vosso pai que está no céu é perfeito (Mt. 5:48 ; Ef. 4:13)

Bom Estudo!

Autor: Irmão Robson

Se este texto te foi útil, compartilhe com alguém, dê uma estrelinha e assine pra receber mais notificações.

Avaliação: 1 de 5.

Lição 1 Conhecendo o Espirito Santo conectar+ 3° tri 2022 (Slide)

Assista a video aula aqui

Baixe o slide aqui