O mal da ansiedade

A ansiedade  é o mal do século XXI. Ela é a vilã da nossa saúde espiritual, pois ao retirar a nossa paz,  ela nos impossibilita de enxergar a ação sobrenatural de Deus em nosso favor nos levando a duvidar de que Ele nos ame e queira o melhor para nós. Por que você anda tão ansioso(a) pelo que Deus tem a realizar na sua vida? Muitas das vezes, a demora em recebermos algo está relacionada ao  tempo em que Deus nos prepara recebermos aquilo que pedimos.

Lembre-se que Deus trabalhou 25 anos na vida de Abraão antes de lhe dar Isaque, o filho da promessa. Depois Deus trabalhou mais 13 anos na vida de José antes de colocá-lo no trono da maior potência da época. Deus também trabalhou 80 anos na vida de Moisés antes de usá-lo como aquele que lideraria o Seu povo rumo à Terra Prometida.

Jesus trabalhou 3 anos na vida dos apóstolos antes de enviá-los ao mundo.  O Pai trabalhou 3 anos na vida de Paulo antes de torná-lo o Apóstolo aos gentios. Tais fatos demonstram que enquanto esperamos a nossa bênção, por mais que pareça demorar, devemos entender que Deus está agindo, não que ele esteja apenas preparando a vitória, pois o seu poder é ilimitado, mas que muitas vezes Ele precisa trabalhar primeiro em nós a fim de que estejamos preparados para aquilo que ele quer que façamos, ou mesmo para recebermos aquilo que pedimos.

Portanto, amado irmão(a), creia que Deus está trabalhando; confie Nele. A ansiedade é o intervalo de tempo entre o que você precisa e a concretização do que você está por receber. Neste intervalo de tempo, enquanto eu escrevo e você lê, Deus está trabalhando para aquilo que você quer aconteça te moldando e te aperfeiçoando para que a sua vitória seja completa. A ansiedade não ajuda em nada, só atrapalha (Sl. 40.1), pois quando estamos ansiosos é como se duvidássemos de que Deus seja capaz de cumprir o que prometeu.

Creia nisto.

Matando um leão por Dia

A vida corrida que levamos deixa-nos uma sensação muito desconfortável, a de que todos os dias, nos  levantamos, e dizemos “hoje eu tenho que matar mais leão!”. Levantamos, nos arrumamos e corremos. E seja o que for que façamos, trabalhamos muito e como bons brasileiros, improvisamos muito e talvez até por isto trabalhamos mais, mas a vida é tão difícil que temos a impressão de que se não déssemos vários jeitos ao longo do dia, não daríamos conta das nossas tarefas diárias. Isto é estafante.
Nós não apenas matamos um leão como, em muitos casos, temos que deixar mais tantos presos para o dia seguinte.

leão
E assim, ao término do dia e aos chegarmos a casa, nos alegra muito a ideia de que tenhamos cumprido a nossa missão matando aquele leão que nos afligia. Aquele leão representa os nossos medos, problemas cotidianos e dificuldades que nos sobreveem, uma infinidade de problemas dos mais variados tipos e que muitas vezes nos assustam por sua ferocidade; entretanto, antes que possamos adormecer, somos assaltados pela lembrança de que no dia seguinte teremos novos leões para matarmos.
Talvez você amigo também esteja enfrentando um leão dia, e como bom brasileiro, prendendo outros tantos para o dia seguinte e, por isto, esteja se sentindo cansado, pois os leões nunca terminam em sua vida. Assim você se pergunta: de onde poderia retirar forças para matar um leão por dia? O que eu posso te aconselhar é a buscar em Deus a força que necessitas para vencer os leões desta vida. Pois assim como Deus deu a Davi, nas campinas de Israel, a força para matar o leão que ameaçava as ovelhas do seu pai, assim também Deus é poderoso para te encher de graça capacitando-te para matar os seus leões.
A cada manhã, não se preocupe com os leões que surgirão nos seu dia, mas confie no fato de que, Haja o que houver, Deus é poderoso para esforçar as tuas mãos para que venças as adversidades da vida e, mesmo que você não mate o leão, poderoso é Deus para te guardar tal como fez com Daniel, o qual foi salvo na cova dos felinos famintos.
Não se preocupe com os leões, pois eles sempre existirão, afinal são eles que, ao lhe desafiarem cotidianamente, fazem de você a pessoa forte, corajosa e capaz, em Deus, de vencer todas as adversidades da vida. Lembre-se: No dia em que não houver mais leões a serem mortos então não haverá mais desafios a serem vencidos. Quando não existirem mais leões também não existirá mais sonhos.

Tenha um dia abençoado

 

 

4 Maneiras de superar a ansiedade

  1. OUÇA O SEU CORPO

O seu corpo fala. Frequentemente ele nos envia sinais de que algo não está bem. Dores de cabeça, no corpo, irritabilidade e respiração ofegante, podem sinais enviados pelo seu corpo ao cérebro de que algo não vai bem. Quando você perceber estes sinais, pare o que está fazendo, diminua o ritmo de atividades e procure um lugar calmo e arejado, ali respire fundo e pausadamente até que possa se sentir melhor. Faça, silêncio, você ouvira o seu corpo dizendo que está melhor.

2. OUÇA O SILÊNCIO

Frequentemente estamos envolvidos em trabalhos e fazeres constantes, tudo isto polui a nossa audição e nos causa stress. Evite falatórios e ambientes estressantes. Lembre-se, Deus trabalha no silêncio e não no  barulho; enquanto você estiver com os ouvidos congestionados com o som que vem do mundo, você não pode ouvir o que realmente, importa, o som que vem de Deus, de fora da caverna do stress. (1 R. 19.13)

3. OUÇA PESSOAS QUE PODEM TE AJUDAR

Não pense que procurar ajuda é sinal de fraqueza. Ouça pessoas capacitadas e com experiência em casos como o seu. Em muitas coisas, recorrer a um bom profissional poderá ser de suma importância para que você possa vencer  a ansiedade, principalmente se ela já chega a ser um transtorno. Se você tem sofrido, perdido oportunidades, amigos, e até a família. Não tarde em pedir socorro. Deus usa pessoas, e não coisas.

4. OUÇA O ESPÍRITO SANTO

Não deixe que a ansiedade te impeça de ouvir a voz daquele que foi enviado para te ajudar em todos os momentos e circunstâncias da vida. O Espírito Santo, ouça o dizer que está ao seu lado e que está pronto a te ajudar. Para tanto, você precisa parar um pouco e ouvir o que ele tem a dizer. Se você já fez isto e nada ouviu, talvez seja por que ainda não fez silencio necessário para possa ouvir a sua voz. (Jo14.16)